Veículos com IPVA atrasado causam prejuízo em diversos estados

Você já reservou o valor correspondente ao IPVA MG? Pois ele já começou a ser disponibilizado para os contribuintes, bastar ter os dados do veículo para consultar. Com melhorias nas nossas vias ou não, o pagamento do IPVA MG, assim como o pagamento do Licenciamento é obrigatório, por isso, não perca o prazo.

É bom poder contar com a eficiência do DETRAN, neste momento, ao menos na hora de pagar e emitir os boletos do o IPVA MG os motoristas não terão dificuldades.

Todos nós já sabemos, mas não custa relembrar, a importância de manter a regularização do IPVA MG, do Seguro obrigatório DPVAT e o Licenciamento MG anualmente.

O valor é destinado para a implantação de melhorias nas vias públicas, em ferramentas para monitoramento e punição no caso de infrações e nas importantes campanhas de educação para o trânsito realizadas pelos DETRANs de todo país.

Como Consultar o IPVA MG?

Você, proprietário de um veículo no estado de Minas Gerais, já pode fazer a consulta do valor do IPVA MG e verificar se algum reajuste de valor foi realizado.

Basta que você acesse a página e preencha as informações solicitadas.

  • Acesse o site do DETRAN MG;
  • Vá para a opção “Veículos”
  • Selecione “Taxas/IPVA /Seguro” > “IPVA e Seguro DPVAT”;
  • Escolha consultar por marca/modelo ou pelo número do RENAVAM do veículo em questão;
  • Clique na opção desejada e preencha as informações;
  • Finalize o processo verificando o novo valor.
  • Como o pagamento é obrigatório, veja qual é a data para efetuá-lo.

Tabela com as Datas do IPVA MG

As datas estão disponíveis na tabela do IPVA MG. Você tem a opção de pagar em cota única ou parcelar o pagamento do imposto em até três vezes, só não vá esquecer as datas.

Emissão de Guia de Pagamento do IPVA MG

Como o prazo já estabelecido para o DETRAN e ciente dos problemas que um IPVA atrasado causa aos condutores de veículos, saiba como retirar a 2 via do seu imposto.

Para fazer a emissão da sua guia de pagamento, o processo também pode ser online, mas você precisará do número do Renavam do seu veículo.

  • Você pode acessar diretamente o site da Secretaria da Estado da Fazenda;
  • Selecionar o menu “Empresas” ou ir no menu de “Destaque” (clique aqui);
  • Em “Impostos” selecionar “IPVA”;
  • Clique em “Guia de Arrecadação”;
  • Digite o Renavam + Ano de Exercício;

Responda os caracteres de segurança e já pode emitir a guia do seu IPVA MG.

Caso dúvidas, entre em contato com o DETRAN Minas Gerais pelo site ou ligando para 155 ou 31 3303-7995.

Rápido e Seguro, só não deixe para pagar e imprimir de última hora, assim você evita multas e apreensões.

Chance de conquistar um diploma universitário

Contar com um diploma universitário que possa gerar uma carreira bem-sucedida e que já foi um sonho acessível somente para quem poderia. Para as pessoas contarem com essa oportunidade, o governo federal acabou criando o FIES, também conhecido como Fundo de Financiamento Estudantil, um programa de financiamento voltado para os alunos de graduação devidamente matriculados em cursos presenciais das instituições particulares pagas.

Além disto, no último dia 30 de janeiro, o MEC acabou abrindo o sistema para a solicitação de aditamento dos contratos. Ou seja, os alunos que contarem com um financiamento que devem solicitar a sua renovação, o que deverá ser feito sempre semestralmente. Para quem for solicitar um financiamento pela primeira vez, os prazos de inscrição devem ocorrer entre os dias 7 a 10 de fevereiro. A partir disto, o MEC acabou adiantando que houve alterações em regras, mas é interessante ir se preparando com as regras atuais, o que exigem diversos tipos de documentos e existem muitos prazos rígidos.

Requisitos para solicitar a inscrição

Saiba que a renda familiar bruta, antes de descontos, como por exemplo os impostos, per capita máxima deverá ser equivalente de três salários mínimos. Os estudantes ainda precisam ter feito o Enem de 2010 em diante, obtendo uma nota mínima de 450 pontos e não pode ter zerado a redação da prova.

Os alunos não poderão ter um diploma de ensino superior, nem deverão estar matriculados regularmente na instituição de ensino. Os estudantes não poderão ser beneficiados pelo Prouni, além disto a instituição que está matriculado precisa ser participante do Fies e deverá contar com uma avaliação positiva do MEC. É possível visualizar se sua faculdade está habilitada para isto através do portal do Fies no endereço http://sisfiesportal.mec.gov.br/.

Qual o processo de inscrição para o Fies?

No caso de você se encaixar nos critérios informados acima, esta é a hora de você fazer a sua inscrição FIES 2020. Saiba como proceder abaixo. Comece acessando o site do Sistema de Seleção do Fies o FIES Seleção, e então siga o passo a passo para se cadastrar. Em seguida procure ter seus documentos pessoais em mãos, como CPF, data de nascimento e ainda um endereço de e-mail válido.

Posteriormente você irá contar com cinco dias corridos, ou seja, finais de semana e feriados também devem contar para que você acesse o SisFIES e informar todos os dados do seu financiamento. É recomendável que não se deixe para a última hora, pois você poderá ter de contar com alguma informação pendente e o prazo poderá ficar comprometido também.

Procure também validar as informações juntamente as instituições de ensino. Pergunte pela comissão permanente de Supervisão e Acompanhamento. Todas as instituições que participam do Fies possuem a obrigação de contar com uma CPSA e com isto é ela quem irá fazer a validação. Procure mais uma vez procure ter atenção para o prazo que nesta situação será de até 10 dias após as inscrições do SisFies. Neste momento é interessante decidir se irá fazer seu financiamento junto ao Banco do Brasil ou pela Caixa e determinar que agência irá utilizar.

Levando em conta informações já validadas, procure se dirigir à agência de sua escolha para realizar a contratação do financiamento. Concluído a solicitação de financiamento, os alunos precisam pagar trimestralmente uma taxa que varia entre R$ 50 a R$ 150, este que é um valor correspondente a juros de financiamento.

Além disto, o FIES financia até 100% da mensalidade do curso, dependendo dos fatores como demanda por financiamento, situação sócio econômica do aluno, entre uma série de outras coisas.

Como ter chance a ingressar no ensino superior em uma universidade pública

Como se inscrever no Sisu – Passo a Passo: Os estudantes que participarão do Enem 2018 poderão conferir neste artigo como se inscrever no Sisu 2019, além de obter informações importantes sobre o exame e o sistema.

Muito em breve será realizada mais uma edição do Sistema de Seleção Unificada. O sistema, criado e realizado pela primeira vez em 2010, seleciona os estudantes para as vagas das instituições públicas de ensino superior de todo o país de acordo com o desempenho obtido pelos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio – Enem.

Mesmo antes do período de inscrições muitos estudantes já buscam por novidades e dicas para se inscrever no Sisu 2020. Entre as principais dúvidas dos candidatos estão as Notas de Corte de Cotas Sisu 2019.

Como se inscrever no Sisu 2020:

Antes mesmo de se preocupar com o período de inscrições do Sisu 2020, os candidatos devem se preparar para as provas do Enem 2019, que serão aplicadas em outubro, nos dias 24 e 25. Como as vagas são ocupadas de acordo com as notas obtidas no exame, é necessário obter uma boa média para alcançar a desejada vaga.

O estudante que obtiver nota zero na redação do Enem não poderá sequer se inscrever no Sisu 2020. Esta é a única regra eliminatória em relação à nota do exame, mas obviamente é preciso alcançar uma nota considerável para ficar entre os classificados.

As inscrições do Sisu 2019 devem estar disponíveis na segunda metade de janeiro, logo após a divulgação do resultado do Enem. Para se inscrever o estudante deve acessar o e informar número de inscrição e senha criada na inscrição do exame. Quem não se lembra destes dados poderá recuperá-los em um link disponibilizado na mesma página que redireciona para o site do Enem.

Após informar os dados e acessar o sistema já é possível localizar o curso desejado, realizando a busca pelo nome, pela instituição ou até mesmo pelo município. Cada estudante pode escolher até duas opções de curso.

Ao selecionar um curso, é apresentada a quantidade de vagas disponível, seja na ampla concorrência ou no sistema de reservas e cotas. A nota do estudante irá variar de acordo com o curso e com a instituição escolhida, pois cada Universidade adota pesos das áreas do Enem diferentes para cada um de seus cursos. O cálculo da nota para determinada opção de curso é realizado automaticamente pelo sistema.

Após decidir as suas opções basta clicar em “Confirmar minha inscrição nesta opção”, observando que será apresentada a Documentos Sisu 2020 que será exigida em caso de aprovação.

De acordo com as Datas do Sisu 2020, definidas pelo edital, será realizada uma única chamada pelo próprio sistema após o período de inscrições. Quem não for selecionado para sua primeira opção nesta primeira chamada poderá ainda se inscrever para participar da Lista de Espera, disponibilizada às instituições para que as próprias realizem suas convocações.